Ubajara Notícias

De Ubajara para o Vaticano, Ubajarense envia TCC para Papa Francisco e recebe carta resposta

O trabalho de conclusão de curso de uma cearense sobre comunicação católica viajou o mundo e chegou às mãos do Papa Francisco. De Araticum, distrito de Ubajara-CE, para o Vaticano, a viagem foi longa e demorada, mas aconteceu graças ao esforço e à fé de Dalila Lima.

Comunicação católica e as novas ferramentas de evangelização: o perfil do Papa Francisco no Twitter é o nome do trabalho que, em 2017, garantiu a formação de Dalila como jornalista. Após a aprovação do material pela banca da universidade, ela começou a pensar em enviá-lo para o personagem principal desse estudo.
[28/2 9:10 PM] Igor Vieira: “Depois de ter feito a minha monografia e apresentado, em 2017, para a banca, na qual eu fui muito elogiada, eu tive a certeza que eu tinha escolhido o tema certo e tinha escolhido a inspiração certa, que foi o Papa Francisco. Ali o desejo de enviar esse trabalho falou mais alto dentro de mim”, conta Dalila.

Quando, finalmente, o trabalho foi entregue ao pontífice, o líder da Igreja Católica não só leu o texto, como enviou um agradecimento à cearense. A resposta do Santo Padre chegou em janeiro de 2021.

“Depois de um longo processo de espera, a monografia finalmente foi entregue ao Papa Francisco. E com isso me veio a surpresa: recebi uma carta do pontífice em agradecimento pelo meu trabalho e, junto com ela, eu tive a graça de receber uma bênção apostólica. Isso foi muito gratificante, valeu cada esforço feito durante todo esse processo”, comemora a jornalista.

Para que o trabalho chegasse às mãos do Papa Francisco, Dalila precisou traduzir o texto para o italiano, para facilitar o entendimento no Vaticano, e contou com a ajuda de muitas pessoas que fizeram a monografia atravessar o mundo. “A mensagem que tudo isso deixa, sobretudo para a juventude, é que a gente nunca deve deixar de sonhar e acreditar nos nossos sonhos. A gente deve ter a certeza de que um dia eles irão se realizar”, conclui a cearense.

Fonte: GCMAIS