Ubajara Notícias

Ubajara é destaque no cenário nacional do turismo

Com uma porção da Mata Atlântica cercada pela caatinga, Ubajara, no Ceará, já foi lar de ursos e hoje tem mirantes para admirar suas paisagens, paredões, além de grutas e esportes ao ar livre.

O Descubra o Brasil apresenta destinos que já estão no radar dos viajantes que buscam roteiros diferentes, mas que merecem ser mais conhecidos.

Milhões de anos atrás, esse pedaço do Nordeste tinha Amazônia e Mata Atlântica vizinhas uma da outra. Com o aumento das temperaturas do planeta, há alguns milhares de anos, a área dessas florestas recuou, dando origem à caatinga.

Mas a Serra de Ibiapaba, onde fica Ubajara, seguiu como uma área de muito verde, com diversidade de fauna e flora, ilhada na caatinga. É o chamado Brejo de Altitude. Por lá dá para conhecer, por exemplo, um pequeno sapo encontrado apenas ali e na floresta amazônica. Fóssil de urso e trilhas pelo parque nacional

O principal ponto turístico da região é o Parque Nacional de Ubajara. Apesar de estar entre os menores do país em área, o local é rico em belezas e curiosidades, e vale a pena visitar.

A espécie achada (Arctotherium brasiliense) está extinta, mas, segundo os cientistas, é parecida com a de ursos que vivem na Cordilheira dos Andes. Esse fóssil está hoje no museu da Universidade de São Paulo.

Das 11 grutas já descobertas dentro do parque, muitas possuem abismos e são reservadas apenas para pesquisa científica. Somente uma delas é aberta à visitação: a grandiosa Gruta de Ubajara.

Até a década de 1950, antes do espaço virar Parque Nacional, haviam casas no entorno da Gruta de Ubajara e os moradores dali usavam frequentemente o local para encontros religiosos. Na entrada da caverna, ficaram marcadas as inscrições dos anos dessas celebrações. Apesar das pichações feitas pelos antigos moradores, o interior da gruta se mantém mais conservado.

A gruta, que possui iluminação artificial em alguns pontos, para facilitar o passeio, tem 9 salões que o visitante pode acessar em um trajeto circular, para admirar as estalactites e estalagmites e seus curiosos formatos.
.
.
.
Matéria: Globo.com