Ubajara Notícias

Após derrota no senado, ministério da educação decide adiar o ENEM

Por 75 votos a 1, o Senado Federal aprovou na noite desta terça-feira, 19, o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio de 2020. O texto segue para análise da Câmara dos Deputados.

Após a primeira derrota, o Ministério da Educação(MEC) informou, por meio de nota divulgada nesta quarta-feira(20) qo adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio(Enem) de “30 a 60 dias” em relação ao edital, devido aos impactos provocados pela pandemia do novo coronavírus. A decisão foi tomada em parceria com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira(Inep).

De acordo com documento, a aplicação das versões impressas e digitais do exame sera adiada após “demandas da sociedade e do poder legislativo” em função do impacto que a pandemia tem provocado na educação. O Inep promoverá ainda uma enquete direcionada aos inscritos, realizada em junho.

As provas impressas estavam programadas para serem aplicadas em 1º e 8 de novembro de 2020, enquanto as digitais seriam nos dias 22 e 29 de novembro.

Em meio a dúvidas se as datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) seriam mantidas, a edição 2020 da prova já contabilizava mais de 3,5 milhões de inscrições na segunda-feira, 19. Segundo o Inep, responsável pelo Exame, as inscrições podem ser feitas normalmente até as 23h59min da próxima sexta-feira, 22.