Ubajara Notícias

Entenda as mudanças estabelecidas pelo decreto do Governador Camilo Santana que determina fechamento do comércio no estado

O Governador do Ceará Camilo Santana, decretou fechamento do comércio e indústria no estado por dez dias, o funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes e congêneres também devem ser suspenso, assim como templos religiosos, museus, cinemas e equipamentos culturais públicos e privados.

Serviços de alimentação como restaurantes e lanchonetes devem funcionar exclusivamente por delivery, com pedidos via telefone ou aplicativos, por exemplo.

Lojas, shoppings centers, academias, clubes e demais estabelecimentos comerciais devem suspender atendimento presencial até o domingo, 29 de março, exceto por delivery. Farmácias, supermercados e estabelecimentos que prestem serviço de saúde têm permissão de funcionamento.

Feiras, exposições, barracas de praia e congêneres devem ter atividades suspensas, assim como estabelecimentos de uso coletivo que facilitem a aglomeração de pessoas próximo a praias, lagoas, rios e piscinas públicas.

Funcionarão hospitais, clínicas, laboratórios de análises clínicas e demais estabelecimentos médicos, como os de fisioterapia, farmácia, psicologia e vacinação.

Podem funcionar distribuidores e revendedoras de água, gás, combustíveis, energia elétrica, além de serviços de telecomunicação, segurança privada, funerárias, bancos, padarias, clínicas veterinárias e pet shops, lavanderias, farmácias e supermercados.

Ficam suspensas as atividades do setor industrial até o dia 29 de março, ressalvadas aquelas indústrias essenciais à produção de bens de consumo e insumos para a população. Então empresas de produtos farmacêuticos, alimentícios, produtos hospitalares, gás, energia, água continuarão funcionando, produzindo ou atendendo a população do Ceará.

O decreto prevê multa de 50 mil reais pais que descumprir a ordem estabelecida.

Na noite de hoje a polícia já iniciou o trabalho de conscientização e fiscalização, em Tianguá uma academia ainda usufruía de suas plenas funções, quando recebeu a vista da Policia Militar que informou sobre o decreto e explicou os riscos do contágio e convidou os usuários a deixarem o local e se dirigirem para suas casas.

Mais detalhes no vídeo abaixo: