Ubajara Notícias

Caso de agressão a mulher registrado em Ubajara

Um caso de agressão é registrado em Ubajara, segundo informações repassadas ao Ubajara Notícias, a servidora pública Lívia Almeida foi agredida dentro da sua própria casa por uma psicóloga bastante conhecida na cidade, namorada de um pré candidato a vereador, pasmem, que está desenvolvendo um aplicativo de combate a violência contra mulher, que também presenciou o fato.
ASSISTA AO VÍDEO

View this post on Instagram

Tem a assinatura mais abaixo, como era bem início do ano eles me deram um formulário do ano passado na hora e eu, muito nervosa, não me atentei. E quando fui ler no vídeo li o 2019, mas foi 2020 tá? 02 meses, exatamente hoje. A exposição é algo sempre muito difícil. Eu tenho família, filhos, emprego e amigos. Eu me calei durante 02 meses, jamais viria a público expor algo tão íntimo e constrangedor para mim. Mas eu não estaria sendo eu se não viesse aqui falar. E se tem uma coisa que eu sou nessa vida é autêntica, e forte. Já tive inúmeros embrolhos financeiros na minha vida, estou tentando trabalhar isso em terapia, matar meu leão por dia de viver totalmente independente, em uma cidade sem familiares próximos, pagando meu aluguel, minha água, minha luz, colocando comida na mesa TUDO somente fruto do meu trabalho. Nem sempre a conta fecha. Mas o que você acha de levar uma surra por conta de uma dívida de R$800,00 ? E o que você acha de um lindo e jovem rapaz, pré candidato a Vereador, boa praça, amiguinho dos animais assistir essa cena, apoiar a agressora, ratificar suas atitudes e hoje, exatos 02 meses após a agressão vir lançar um app de ajuda a violência contra a mulher? Meio hipócrita né? pois aconteceu comigo. Em Ubajara, no Ceará, e eu não vou me calar mais não. Porque de tanta que vi os compartilhamentos e parabenizações… só consigo vomitar e chorar. Tenho todos os defeitos do universo. Mas não acho que dinheiro vale mais do que gente e não vou me calar perante uma atrocidade tão grande, seja ela comigo ou com qualquer mulher. Minha resposta ao aplicativo (ideia muito boa, pena que não condiz com a realidade) É a verdade que vos trago, com vergonha, mas de cabeça erguida. Porque eu fui vítima, nada justifica uma agressão e vítimas não deveriam sentir medo. #mulher #agressaoamulher #basta #mexeucomumamexeucomtodas

A post shared by Lívia Almeida (@livia_britto) on