Ubajara Notícias

Anistia de PM’s amotinados, “é Inegociável” afirma Governador Camilo Santana

O Governador se pronunciou após uma tentativa de negociação por parte dos policiais

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), afirmou que já abriu processo disciplinar para punição dos policiais militares amotinados que aterrorizam a população do estado.

Em 48 horas de motim, foram registrados 51 assassinatos no Ceará. Tropas do Exército patrulham as ruas de cidades da região metropolitana de Fortaleza.

O governador afirmou que não negociará qualquer anistia com os rebelados. E disse que a anistia tem sido um erro dos governos em todo o país.

“Se a anistia acontecesse aqui, seria um grande prejuízo para o Brasil”, declarou Camilo Santana para em seguida completar:

“Os governos sempre anistiam essa classe, o que é um erro. É um erro do país. Eles (policiais) fazem isso porque acham que depois não vai dar em nada. Mas a minha decisão é inegociável. Todos estão sendo identificados e serão punidos com o rigor da lei. Estamos firmes. Não podemos ceder. Vamos dialogar com quem? Com bandido não dá.”

Ele ressaltou que não vai permitir qualquer tipo de intimidação.

“Nossa resposta tem que ser com muito rigor. Nós não podemos permitir as atitudes ilegais, motins, depredação de patrimônio público. Não podemos permitir homens fardados tentando criar o terror da população”, afirmou.