Ubajara Notícias

Governo do Ceará solicita 10 mil litros extras de inseticida para combate ao Aedes aegypti

Na manhã desta segunda-feira (13), gestores municipais do Ceará se reuniram para traçar medidas de combate ao mosquito Aedes Aegypti. Na ocasião, a Secretaria da Saúde (Sesa) informou que abriu licitação para comprar 10 mil litros de inseticidas para combater a fase adulta do mosquito, vetor de arboviroses como dengue e chikungunya.

A Pasta, no entanto, ainda não informou o prazo para recebimento do volume adicional. Uma remessa do insumo enviada pelo Ministério da Saúde (MS), entre 3 mil e 5 mil litros, deve chegar ao Estado num prazo de 15 dias, ainda de acordo com a Sesa.

Para o secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, o volume cedido pelo MS não seria ideal para a atual realidade do Estado. “É uma pequena proporção. Nós nos antecipamos e pedimos uma licitação para estarmos preparados”, relata.

Além da quantidade, a nova compra deve resolver um problema de qualidade. No ano passado, vários Estados do Brasil tiveram desabastecimento do inseticida Malathion devido à uma grande quantidade de produtos vencidos ou com problemas por alterações químicas na formulação. A previsão do Ministério é que 100,8 mil litros do Malathion sejam repassados aos Estados até o fim de janeiro de 2020.

Em 2019, 15.175 casos de dengue foram registrados em todo o Ceará, de acordo com a Sesa. Treze óbitos também foram causados pela doença. No mesmo período, foram contabilizados 1.060 casos de chikungunya.
Prevenção
Com a proximidade da quadra chuvosa no Estado, que acontece entre fevereiro e maio, a Sesa recomenda alguns cuidados para evitar o mosquito. É importante que os responsáveis pelos imóveis fiquem atentos a baldes, potes, bacias, e outros recipientes para evitar a formação de criadouros do Aedes Aegypti. Vasilhames usados para armazenamento de água, como a caixa d’água, devem ser limpos e vedados corretamente.

A limpeza de lajes e calhas também é recomendada. Outras medidas como guardar garrafas de cabeça para baixo, encher até a borda os pratinhos dos vasos de planta e eliminar adequadamente o lixo também auxiliam no combate ao mosquito.
Fonte: G1/CE