Ubajara Notícias

Garota entregou armas de fogo a detento de cadeia onde houve chacina no Ceará

Uma adolescente entregou a um detento as armas de fogo usadas no assassinato de 10 detentos dentro da cadeia de Itapajé. A entrega foi feita na noite anterior à matança, depois do jantar, a mando do marido da jovem, também preso na cadeia, segundo o delegado André Firmino, responsável pelo caso.

O preso que recebeu as armas tinha acesso à área externa das celas por ser considerado um “interno de confiança”, tendo liberdade de exercer certas atividades dentro da cadeia, como limpeza e serviços na cozinha, conforme o delegado. Oito presos foram indiciados pelo massacre de 10 internos.

Briga entre facções resulta em 10 presos assassinados na Cadeia Pública de Itapajé (Foto: Divulgação)
Briga entre facções resulta em 10 presos assassinados na Cadeia Pública de Itapajé (Foto: Divulgação)

O conflito entre membros de facções na Cadeia Pública de Itapajé, que resultou na morte de 10 pessoas, começou por volta das 8h (9h horário de Brasília) de segunda-feira (29), no horário do banho de sol dos presos. Agentes penitenciários viram a confusão e acionaram o Batalhão da Polícia Militar.

Segundo o delegado responsável pelo caso, a garota que entregou as armas foi coagida a levar a encomenda. “Ela confessou todos os pormenores da situação. O esposo dela, que estava preso lá, determinou: ‘Vá lá e traga [as armas], eu vou precisar’.”

A menor de idade foi ouvida por policiais e liberada, mas segue sendo investigada.