Ubajara Notícias

Suspeitos de participar do assassinato de policial são presos em Quixeramobim

Tony Italo foi assassinado a tiros e em seguida colidiu veículo em Fortaleza (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)

Dois homens foram acusados de participar de uma organização criminosa responsável pela morte do policial civil Tonny Ítalo, em 2015. Diego Nunes Costa, de 27 anos e Yuri Nogueira Correia, de 21, anos foram presos nesta segunda-feira (22), durante operação policial no município de Quixeramobim, no Sertão Central do Ceará.

Considerado o chefe da quadrilha, Diego Nunes Costa possui mandado de prisão em aberto no estado de Minas Gerais por tráfico de drogas e associação para o tráfico. O segundo suspeito, identificado por Yuri Nogueira Correia, também tem mandado de prisão em aberto e era foragido da Unidade Prisional Agente Luciano Andrade Lima (CPPL 1), em Itaitinga, onde cumpria pena pela morte do policial Civil.

A ação ocorreu na localidade conhecida por Fazenda 109. Por meio de diligências, os policiais civis chegaram aos suspeitos; na abordagem, os suspeitos apresentaram cédulas de identidade falsa. No local, foram apreendidos uma balança de precisão, R$ 478 em espécie, aparelhos celulares, cadernos contendo anotações diversas, um canivete, além de dois veículos, que serão periciados em razão da suspeita de clonagem de placas.

 

Os dois foram encaminhados para a Delegacia Municipal de Quixeramobim, onde foram autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e uso de documentos falsos. A Polícia Civil segue em busca de outros envolvidos com o grupo criminoso. O assassinato do policial civil Tonny Italo completa três anos nesta quarta-feira (24).