Ubajara Notícias

Coordenador de posto de saúde de Fortaleza é exonerado após denúncia de cobrança de consultas

Resultado de imagem para posto de saúde pública do Bairro José WalterO coordenador do posto de saúde pública do Bairro José Walter, em Fortaleza, foi exonerado do cargo na semana passada, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), após denúncia de que a unidade cedia espaço para que uma ótica atuasse no local, cobrando pelas consultas. Um novo profissional foi designado para coordenar a unidade e já está em exercício da função, segundo a SMS.

Um profissional de apoio da coordenação também foi exonerado. A situação ilegal no posto foi constatada durante uma vistoria do Conselho Regional de Medicina, no último dia 11 de janeiro. Os representantes do conselho identificaram que uma ótica estava usando o espaço da unidade pública e cobrando pelas consultas, caso os pacientes não comprassem os óculos oferecidos.

De acordo com a SMS, a exoneração ocorreu porque “o coordenador foi conivente com a irregularidade, já que era responsável pelo funcionamento do local e permitiu com que um serviço que não devia ser ofertado na unidade fosse realizado e cobrado”.

Além da cobrança, o Conselho identificou que as consultas eram feitas por pessoas que não tinham formação médica adequada para realizar os atendimentos.

Na unidade, cartazes indicavam os valores dos óculos, que custavam R$ 300 à vista ou R$ 390 parcelados. Caso os pacientes não comprassem os óculos, a consulta era cobrada por um preço de R$ 45.