Ubajara Notícias

FGs defendem reeleição de Camilo em troca de apoio ao nome de Ciro à presidência

presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, tentou, no último sábado (15), durante o encontro regional da sigla, pôr panos quentes na tensão entre o governador Camilo Santana (PT) e os irmãos Cid e Ciro Gomes (PDT) e lançou a reeleição do petista ao Palácio da Abolição. Porém os irmãos Ferreira Gomes querem, em troca do apoio à candidatura do petista, o apoio do Abolição a Ciro na disputa pela presidência.

PSDB Ceará marca encontro regional para a próxima quinta-feira

Ônibus da Caravana Lula vai percorrer o Nordeste em mais de 20 dias na estrada

Segundo Lupi, a chapa apoiada pelo partido em 2018 no Ceará seria composta por Camilo para o governo, Cid e o deputado federal André Figueiredo ao Senado e Ciro para presidente. No entanto Ciro e Camilo não se bicam desde de a campanha de 2014 e, de lá para cá, a agressividade deixou o clima ainda mais tenso, com os irmãos FGs cogitando, nos bastidores, apoiarem outro nome para o governo, abandonando o atual governador petista.

Preterido por Cid e Ciro, Camilo articula sua reeleição independente dos FGs e já chegou a anunciar apoio à candidatura do ex-presidente Lula ao Planalto. O Ferreira Gomes tentam, agora, uma reaproximação com o governador para garantir o apoio do Abolição à candidatura de Ciro e foro privilegiado ao ex-governador Cid Gomes, réu na Justiça Federal em dois processos, acusado de receber R$ 24,5 milhões em propina na delação da JBS e sob risco de ser denunciado por crime ambiental por construção irregular na Área de Proteção Ambiental da Serra da Meruoca.

Ceará News 7