Ubajara Notícias

Cearense Adrian Menezes Lima precisa da sua ajuda

A imagem pode conter: 1 pessoa
Adrian não consegue andar desde o primeiro ano de vida (Foto: Arquivo Pessoal)

Adrian Menezes Lima, 10 anos, é um jovem Ubajarense residente na Nova Veneza e sofre de Atrofia Muscular Espinhal  (AME), a segunda maior desordem autossômica recessiva fatal, depois da Fibrose Cística (1:6000), afeta aproximadamente 1 em 10.000 nascimentos.

A mãe Deiziane Menezes disse que quando o garoto completou 1 ano e duas semanas de vida, apresentou dificuldade motora e não conseguiu mais andar. O quadro clínico foi piorando rapidamente e depois de fazer alguns exames foi constatado que se tratava da AME – Tipo II.

Na forma tipo II, ou forma intermediária, a criança adquire a habilidade de sentar mas tem uma parada do desenvolvimento motor a partir deste marco. Todas as três formas da doença não têm cura definitiva. No entanto a fisioterapia, os bons cuidados no acompanhamento clínico e alguns aparelhos ortopédicos ajudam a manter a independência da criança, a função de seus músculos e a integridade física e mental.

“A minha maior dificuldade é montar uma UTI na minha casa, pois todos os equipamentos são muito caros. Outro grande problema, são as sessões de fisioterapia, enquanto o recomendado é ele fazer todos os dias da semana,  Adrian só faz duas vezes.” Disse a Delziane.

Nos últimos dias ele apresentou piora significativa, precisando ser internado na Hospital Regional de Sobral onde não tem previsão de alta. Amigos e familiares estão se mobilizando através das redes sociais,  na tentativa de arrecadar recursos para adquirir medicamentos, fraudas e a compra de uma cadeira motorizada. As visitas podem ser realizadas às 15h e às 20h.

As doações podem ser feitas na Avenida Monsenhor Gonçalo Eufrásio – 1096 – Monte Castelo, próximo a escola Sâmea Regina.

Conta para doações financeiras:

Banco do Brasil
Agência: 0532-0
Conta Poupança: 19397-6
Deiziane Menezes