Ubajara Notícias

Fla ganha 34º título carioca

De virada, e com um gol aos 50 minutos do segundo tempo, quando o Fluminense não tinha mais nem goleiro em campo, o Flamengo superou o Flu por 2 a 1, ontem, no Maracanã e conquistou seu 34º título carioca. Guerrero e Rodinei marcaram os gols que garantiram a conquista rubro-negra, enquanto Henrique fez o gol do time tricolor.

Desde o início deste século, em apenas duas ocasiões o time que havia perdido o jogo de ida havia conseguido reverter a vantagem O Fluminense, que havia sido derrotado no jogo de ida, tinha a esperança de melhorar a estatística. Não conseguiu, muito por deixar de aproveitar as próprias chances que criou, especialmente no segundo tempo.

Bela festa

Certo é que a finalíssima do Carioca foi bonita. Com o Maracanã lotado, torcidas entusiasmadas e os dois times propondo jogo, o Fla-Flu foi pródigo em produzir chances de gol. Logo na primeira delas, o placar foi aberto. Aos três minutos, Leo deu leve desvio após cobrança de escanteio pela esquerda e Henrique cabeceou para colocar o Fluminense na frente.

O gol logo no início acabou fazendo justiça à final como um todo Isso porque no jogo de ida, que fora pior tecnicamente, o Flamengo só saiu vitorioso após uma falha homérica de Renato Chaves. Assim, o 1 a 0 do Fluminense logo no início neste domingo deixou as finais novamente equilibradas.

No segundo tempo, o Fluminense voltou melhor. O time passou os primeiros 20 minutos ocupando o campo de ataque, sufocando o Flamengo.

Aos poucos, o Flamengo foi ganhando campo. Até que, aos 39, Rever cabeceou após cobrança de escanteio, Diego Cavalieri bateu roupa e Guerrero, de pé esquerdo, empatou.

A festa do Flamengo, que aquela altura já alcançava o resultado que precisava para ser campeão, aumentaria logo depois. Cavalieri foi expulso nos acréscimos, ao sair da área para matar contra-ataque de Rodinei. E, aos 50, Rodinei teve novo contra-ataque e, com o volante fora do gol, chutou cruzado para decretar a virada e marcar o gol que selou o 34º título estadual do Flamengo.

Diário do Nordeste