Ubajara Notícias

Campo de concentração no interior do Ceará será tombado como patrimônio histórico-cultural

Alunos da escola municipal fazem visitação aos casarões da barragem. (FOTO: Prefeitura de Senador Pompeu)
Alunos da escola municipal fazem visitação aos casarões da barragem. (FOTO: Prefeitura de Senador Pompeu)

Um termo de ajustamento de conduta para o tombamento do antigo campo de concentração e outros pontos históricos de Senador Pompeu, no Sertão Central do Ceará, foi firmado entre o Ministério Público e a prefeitura da cidade. Como apresenta a reportagem da Rede Jangadeiro FM, o objetivo é proteger o patrimônio histórico-cultural do município.

Os pontos históricos contemplados são os que fazem parte do sítio arquitetônico da “Barragem do Patu”. O termo pede o tombamento da “Vila dos Ingleses”, do “Cemitério” e do “Campo de Concentração do Patu”, além do registro do bem imaterial da “Caminhada das Almas”. “O tombamento visa dar uma proteção especial a esse patrimônio.

De acordo com o termo, ficou acertado que a prefeitura terá um prazo de 12 meses para iniciar e finalizar todo o procedimento, explicou o promotor de justiça de Senador Pompeu, Geraldo Nunes.

Caso a prefeitura descumpra, ou cumpra parcialmente, qualquer dos acordos firmados neste termo de ajustamento de conduta, será obrigada a pagar uma multa de R$ 5 mil por mês. Os órgãos que estão envolvidos nesta ação de tombamento e registro dos pontos ressaltam que o que está sendo promovido também é o potencial turístico religioso e histórico da região como um todo.

Até hoje pessoas que foram abrigadas no Campo de Concertação do Patú continuam vivas, dando testemunho da situação na época.

Diário do Nordeste