Ubajara Notícias

Lojistas protestam contra o fechamento da Feira da José Avelino no Centro

Com ameaça de fechamento de estabelecimentos e a proibição do comércio na rua José Avelino em Fortaleza, dezenas de feirantes realizam protesto na tarde desta quarta-feira (19), a partir das 16h no Centro de Fortaleza. Proprietários de lojas e galpões alegam que a decisão da Prefeitura de Fortaleza irá causar prejuízos ao comércio local.

“A José Avelino teve um crescimento extraordinário, sendo hoje a maior feira popular do Estado. É uma referência para o Ceará, tem nome e identidade. O que o poder público tenta fazer, em acabar com as atividades, é uma insensatez. Queremos mostrar todas essas questões à sociedade”, afirma Martinho Batista Neto, presidente da Associação dos Gestores de Empreendimentos do Polo de Negócios da Rua José Avelino e Adjacências (AJAA).

Ele explica que a feira se tornou um ponto turístico de Fortaleza, assim como em outros Estados. “Grandes feiras como a 25 de Março, em São Paulo, e Afonso Pena, em Belo Horizonte, são verdadeiros pontos turísticos da região Sudeste. Os gestores municipais não encerram as atividades pois entendem a importância que as feiras trazem às economias de São Paulo e Minas Gerais”, analisa.

Mudanças

O prefeito Roberto Cláudio já confirmou que a feira de confecções da rua José Avelino será remanejada para outro local no próximo mês de maio. Segundo o prefeito, um grupo de trabalho formado por representantes da Prefeitura e feirantes, irá acompanhar e cumprir algumas etapas e compromissos acertados durante reuniões anteriores.

A Prefeitura também anunciou que irá garantir cerca de 300 boxes localizados no Mercado São Sebastião e no Beco da Poeira para que possam ser ocupados por quem hoje atua na feira. Os critérios para entrega e escolha da ocupação dos boxes serão definidos pelos próprios feirantes.

Ceará news 7