Ubajara Notícias

Oposição em Baturité quer anular votação do regime estatutário para servidores

Os vereadores de oposição na Câmara Municipal de Baturité vão entrar com ação na Justiça contra a aprovação do projeto que altera o regime de contratação de servidores municipais para estatutário, em vez do celetista.

Em uma sessão polêmica conduzida com ares antidemocráticos, o presidente da Casa, Renaldo Braga, negou direito à fala aos parlamentares de oposição e pôs o projeto do prefeito em votação por aclamação. Segundo vereadores contrários à medida, o regimento da Câmara obriga que a votação seja nominal.

Os oposicionistas ainda acusam Renaldo de negar pedidos de vista sobre o projeto. O presidente da Casa deixou a Câmara sob protestos da população, que o chamava de “covarde”.

Ceará News 7