Ubajara Notícias

Obrigatoriedade de transporte universitário poderá se tornar realidade em Ubajara

Os universitários se reuniram no distrito de Aprazível para debater sobre o projeto de lei (Foto: Antnio Carlos)
Os universitários se reuniram no distrito de Aprazível para debater sobre o projeto de lei (Foto: Antonio Carlos)

Os universitários de Ubajara participaram na noite dessa quinta-feira (23), de uma reunião organizada pela União dos Estudantes de Ubajara (UNEU) no distrito de Aprazível. O encontro teve como pauta o projeto de lei que regulamentará a obrigatoriedade de transporte escolar para os acadêmicos. O projeto foi apresentado pelo vereador Marcondes Sousa na última sessão da câmara.

Durante toda a reunião, os universitários puderam dar sugestões para a diretoria da UNEU com o objetivo de complementar o projeto. Uma das sugestões citadas foi dar mais autonomia e atribuições a União dos Estudantes sobre os ônibus escolares cedidos pela prefeitura.

Dificuldades

Os universitários alegam que todo início de semestre, a incerteza de ter um ônibus disponível ou não é a mesma. “Contamos com a boa vontade e consideração dos gestores em ceder um transporte para os universitários, pois afinal, somos o futuro do município. Esse projeto de lei vai fazer com que comecemos um semestre mais tranquilo, sabendo que teremos como se deslocar até Sobral”, disse Antônio Carlos Camelo, acadêmico em jornalismo.

Alteração no projeto

Universitários em reunião com o autor da proposta, vereador Marcondes Sousa. (Foto: Antônio Carlos)
Universitários em reunião com o autor da proposta, vereador Marcondes Sousa. (Foto: Antônio Carlos)

Na manhã desta sexta-feira (24), um grupo de discentes foi até a câmara municipal de Ubajara, debater com o vereador Marcondes Sousa sobre algumas alterações que poderiam ser realizadas no projeto, acrescentando na proposta mais autonomia à UNEU.

“Estou totalmente a disposição dos universitários para somar com o bem comum. O projeto ainda passará duas vezes por comissões para avaliação e após isso, será colocado em votação. Tenho certeza que ele passará fácil pela casa”, afirmou o vereador.