Resultado de imagem para carne fraca

Os jornais continuam repercutindo a Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, deflagrada na semana passada e que investiga a venda adulterada do alimento no Brasil e até no exterior.

Em resposta à PF, o governo federal diz ter montado uma ofensiva para conter os efeitos do escândalo da carne e anunciou que vai apertar a fiscalização em 21 frigoríficos suspeitos.

Segundo o presidente Michel Temer, das 4.837 unidades frigoríficas existentes no país, houve “poucos desvios de conduta em pouquíssimas empresas”.

 

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, criticou a “narrativa” da PF contruída na Carne Fraca. Segundo o político, achar que houve mistura de papelão na carne “é idiotice”.

 

A manchete do Globo é: “Governo promete apertar fiscalização a frigoríferos”. O Estado de S.Paulo sublinha no título principal: “Blairo critica PF e diz que operação da carne vai mudar”.  A Folha da S.Paulo destaca:  “Governo minimiza problema na carne apontado pela PF”.

 

Em meio a esse clima de contestação da Operação, o Ministério da Agricultura divulgará nesta segunda (20) a lista de países que receberam lotes suspeitos de carne brasileira. A União Europeia não descarta a possibilidade da suspensão de compra de carne.

 

A Carne Fraca acusa frigoríferos do país de vender carne vencida e de usar até produtos químicos para tentar disfarçar produtos sem validade.

G1