Ubajara Notícias

Encontrado carro usado em assalto que terminou com morte de policial

Delegado Francisco Barêtta (Foto: Samantha Rodrigues/ G1)Policiais da Delegacia de Homicídios apreenderão por volta das 16h desta terça-feira (14) o carro que deu fuga ao bando que durante tentativa de assalto a uma clínica na Zona Leste de Teresina, acabou matando o cabo Valdir Mendonça do Vale, de 42 anos. O caso aconteceu no ultimo dia 7 desse mês.

 

Segundo o delegado Francisco Costa, o Baretta, o carro estava escondido em uma casa no Bairro Parque Alvorada, na Zona Norte. “Quando a polícia chegou na casa, os proprietários não estavam e o carro estava coberto por uma lona. O casal responsável pelo imóvel e pelo carro já possuem passagens pela polícia”, disse.

Ainda se acordo com o delegado, o casal será chamado para depor e esclarecer o porque do veículo está escondido na casa deles. “O casal já praticou outros crimes na capital, mas a polícia ainda não pode afirmar que eles tenham alguma participação direta no caso do policial. O carro foi encontrado sem as chaves, por isso ainda não foi aberto”, afirmou.

Um dos suspeitos presos pela polícia (Foto: Ellyo Teixeira/G1)Baretta disse já foram feitos alguns exames periciais no veículo e encontrado vestígios de sangue. “Fizemos coleta de impressões digitais, e encontraram vestígios dos acusados nos veículos, que foi levado num reboque até a delegacia. Como um dos suspeitos baleados pelo policial na troca de tiros sentou no banco da frente e no de trás, a perícia vai fazer exames na parte interna do carro, para identificar o sangue dele”, esclareceu.

A perícia mais detalhada será feita nesta quarta-feira (15), depois que um chaveiro abrir a porta do veículo.

Prisões
O homem suspeito de atirar e matar o cabo Valdir Mendonça do Vale, de 43 anos, foi capturado no final no dia 10. De acordo com o delegado Francisco Costa, o Baretta, o preso estava escondido em uma casa na cidade de Timon, no Maranhão.

“A descoberta foi depois que investigadores conversaram com familiares e colheram informações de onde ele estava escondido. Agora nós consideramos como finalizado o caso. Vamos finalizar o inquérito e enviar a justiça o mais rápido possível”, disse.

Ainda segundo o delegado, o suspeito era o único, de um total de seis, que faltava para ser preso. O grupo é suspeito de envolvimento na morte do cabo Valdir Mendonça, morto após presenciar um assalto e tentar capturar os criminosos. Houve troca de tiros e o policial conseguiu atingir um dos assaltantes, mas o policial foi atingido por dois disparos e morreu a caminho do hospital.

Mais dois homens foram presos na noite dessa quinta-feira (9), sendo um deles o condutor da motocicleta usada durante o latrocínio. Ao todo, cinco suspeitos de envolvimento no crime já foram presos e uma adolescente foi apreendida.

“Nós já consideramos o crime elucidado, já que prendemos cinco pessoas envolvidas diretamente no crime. Faltando apenas o atirador, que também foi baleado na troca de tiros e permanece foragido”, afirmou.

Ainda de acordo com o delegado, cada um dos membros do grupo tinha uma função específica. “A adolescente apreendida era estagiária da clínica de onde pertencia o dinheiro roubado. Ela e seu irmão, preso nessa quinta-feira (9), repassaram as informações ao grupo. O terceiro foi o que planejou o assalto e foi o olheiro, ou seja, estava na agência observando o momento em que o funcionário da clínica deixava o banco. O quarto era o piloto da moto usada no assalto e o quinto foi o atirador que matou o policial. Por fim, teve ainda um cabelereiro, que ajudou os criminosos a se esconderem após o crime”, explicou.

Vídeo do assalto
Nesta sexta-feira a polícia divulgou imagens da ação dos bandidos durante o assalto que resultou na morte da morte do cabo Valdir (assista o vídeo ao lado).

Segundo o delegado Baretta, os criminosos perseguiram o tesoureiro num mototaxi e num carro modelo Versa de cor prata. Os bandidos seguiram a vítima a partir da agência do Banco do Brasil da Frei Serafim e a agência da Avenida Jóquei Clube.

O momento em que o tesoureiro é roubado foi filmado por câmeras de segurança. Pelas imagens, é possível ver o momento em que o mototaxista para o veículo, um dos assaltantes desce da garupa, entra no carro da vítima  e pega uma mochila com dinheiro. Logo em seguida, ele sobe na moto e dois fogem, a vítima sai correndo pedindo socorro.

Crime
O cabo Valdir Mendonça do Vale, de 43 anos, foi assassinado após troca de tiros com os suspeitos de assaltar o tesoureiro de uma clínica. De acordo com a Polícia Civil, o policial teria presenciado o assalto e perseguiu os assaltantes. Ao chegar na Avenida Jóquei Clube atirou na perna de um dos suspeitos, mas foi atingido por dois tiros e morreu a caminho do hospital.

G1