Ubajara Notícias

Polícia cumpre mandado de busca e apreensão na sede da Mancha

Resultado de imagem para mancha verde sede

A Polícia Civil cumpriu na noite desta sexta-feira mandado de busca e apreensão na sede da torcida Mancha Alviverde, na zona oeste da capital paulista. A ação integra os trabalhos de investigação do assassinato do fundador da principal torcida organizada do Palmeiras, Moacir Bianchi, em ataque com 16 tiros depois de emboscada na noite de quinta-feira.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo confirmou o cumprimento do mandado, porém disse não poder dar mais detalhes da operação para não comprometer o andamento do trabalho. A apuração do crime tem sido feito pelo Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP). O trabalho começou já na quinta-feira, com a busca de imagens gravadas por câmeras de segurança da rua onde o crime foi cometido.

Bianchi era empresário, tinha 48 anos e foi um dos fundadores da torcida organizada, há 34 anos. Atualmente, estava mais ligado à escola de samba da agremiação e nos últimos dias tentava mediar um conflito interno entre a diretoria da Mancha Alviverde e membros da diretoria da uniformizada. Horas antes do crime, os dois grupos se envolveram em uma briga na sede da torcida.

Nota da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo:

O DHPP investiga a morte de Moacir Bianchi. A vítima foi encontrada no interior de um veículo preto com ferimentos provocados por arma de fogo na Av. Presidente Wilson. Segundo apuração inicial do DHPP, três veículos pararam no semáforo, sendo que um dos ocupantes desceu e efetuou disparos contra Moacir. Foi instaurado inquérito pela equipe C-Sul da 1ª Delegacia da Divisão de Homicídios do DHPP. Nesta sexta-feira, a polícia cumpriu mandado de busca na sede da torcida Mancha Alviverde. Mais informações não serão passadas por questão de sigilo.