Ubajara Notícias

Ceará registra 52 adoções em 2016, 5º maior número do país, diz CNJ

Lucas, agora filho de Kelsilene e Jorge, se diverte em festa comemorativa ao dia das crianças (Foto: Dani Fechine/G1)

Em 2016, foram adotadas 52 crianças no Ceará por meio do Cadastro Nacional de Adoção (CNA), coordenado pela Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). É o maior número de adoções realizadas no estado nos últimos três anos e o quinto maior do país em 2016. O órgão alerta que o número pode ser ainda maior, já que há possibilidade de atraso na comunicação das adoções realizadas ano passado.

Até 16 de fevereiro, o Ceará  com 188 crianças disponíveis para adoção, de acordo com a corregedoria.

Em todo o país, foram adotados 1.226 adolescentes e crianças. Os estados com maior número de adoções foram Paraná, São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Minas Gerais. Atualmente, há 7.158 crianças aptas à adoção e 38 mil interessadas em adotar.

No Ceará, a proporção é de cinco pessoas interessadas em adoção para criança apta. O principal motivo apontado “para essa conta não fechar”, de acordo com o Cadastro Nacional de Adoção (CNA), é que o perfil de criança exigido pelos pretendentes não é compatível com aquele disponível nas instituições de acolhimento.

G1 CE