Ubajara Notícias

Dez são capturados em operação contra roubos a ônibus em Fortaleza

Operação Passageiro Seguro resultou na captura de 10 suspeitos em Fortaleza (Foto: Divulgação/SSPDS)

Dez suspeitos de praticarem assaltos a ônibus foram capturados durante a “Operação Passageiro Seguro, deflagrada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) na quarta (1º) e quinta-feira (2), em Fortaleza. Ao todo, cinco homens foram presos e cinco adolescentes apreendidos em diferentes bairros da capital.

Inicialmente, os policiais capturaram três suspeitos envolvidos em roubo a um coletivo no Bairro Henrique Jorge. Já no Bairro Pici, um fugitivo da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor José Jucá Neto (CPPL III), em Itaitinga, foi recapturado em um ônibus.

Em outra abordagem dentro de um transporte coletivo a polícia prendeu outros dois suspeitos com um revólver calibre 38 e cinco munições. Segundo a SSPDS, a dupla já respondia criminalmente por tráfico de drogas e roubo. Os infratores foram conduzidos para o 12° Distrito Policial, onde foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

Adolescentes apreendidos
No Bairro Parangaba, os policiais militares apreenderam quatro adolescentes durante um assalto a passageiros de um ônibus na Avenida Augusto dos Anjos. Durante a ação, os agentes conseguiram capturar os menores que estavam armados com facas e um simulacro de espingarda.

Os adolescentes, com idades entre 15 e 17 anos, foram conduzidos à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), onde foram autuados por ato infracional de roubo. Nenhum dos infratores tinha passagem pela Polícia.

Operação
De acordo com a SSPDS, a Operação Passageiro Seguro contou com 85 agentes das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). Além disso, foram disponibilizadas 15 viaturas e 11 motocicletas. A operação contou, ainda, com o apoio de uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS.

A pasta informou que a operação ocorrerá de forma sistemática nos bairros de Fortaleza e Região Metropolitana, principalmente nos locais de maior índice de Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP) e furtos.

G1