Ubajara Notícias

Temer faz visita a Lula em hospital

Michel Temer e Lula se abraçam em hospital

O presidente Michel Temer (PMDB) esteve ontem no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para prestar solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por causa da morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia.
Temer chegou num furgão, acompanhado de comitiva que incluía o ex-presidente José Sarney, os ministros das Relações Exteriores, José Serra, e da Fazenda, Henrique Meirelles, o chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, o novo presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), e o ex-presidente do Senado e novo líder do PMDB na Casa, Renan Calheiros (AL).
Ao entrar pela porta da frente do hospital, Temer foi hostilizado com vaias e gritos de “assassino”, “golpista” e “bandido” por um grupo de militantes do PT que permanecia na entrada do local desde a manhã.
No grupo também havia militantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e de outros sindicatos ligados ao partido. “Viemos trazer conforto ao Lula”, disse João de Oliveira, secretário-geral da CUT-SP, antes da visita de Temer.
A visita do presidente Temer e de ministros durou pouco mais de meia hora. Durante o encontro, Temer e Lula se abraçaram.
Outro adversário político de Lula, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), também ligou para prestar condolências. Lula recebeu ainda contatos de Serra e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

O Povo