Ubajara Notícias

Turista mineiro é socorrido por aeronave da Ciopaer após resgate no Porto das Dunas

Resultado de imagem para resgate de ciops ceara
Uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e também uma equipe do Corpo de Bombeiros Militares do Estado do Ceará (CBMCE) auxiliaram no resgate de três turistas, que estavam sendo levados pela correnteza marítima, na praia do Porto das Dunas, em Aquiraz – Área Integrada de Segurança 09 (AIS 09). O fato ocorreu, na manhã desta quarta-feira (25), quando uma das vítimas, um homem de 44 anos, avistou seu filho prestes a se afogar.Os primeiros passos do salvamento foram realizados por guarda-vidas de um parque aquático, situado nas proximidades. Além de pai e filho, um terceiro turista de 60 anos, natural de Porto Velho, também foi retirado do mar, ao tentar salvar as duas primeiras vítimas, que estavam quase se afogando. Por meio de informações repassadas pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), a aeronave Fênix 07, que estava realizando um patrulhamento pela região, se dirigiu até o local indicado e aterrissou na praia.

Em seguida, uma viatura do Corpo de Bombeiros também chegou ao local, onde prestou socorro ao idoso e a criança. Já o turista mineiro, que estava consciente, recebeu os primeiros atendimentos. No entanto, por estar com sinais de taquicardia, ele foi socorrido pela Ciopaer para o Instituto Dr. José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza.

Prevenção contra afogamentos

As ações de prevenção são as de maior importância na redução da mortalidade por afogamento. Por isso, o Corpo de Bombeiros adverte sobre os cuidados necessários, para não ser vítima das fortes correntezas nas praias do litoral cearense.

– Procure nadar em áreas supervisionadas por guarda-vidas;

– Nade sempre em companhia de outras pessoas e procure ter sempre uma espécie de flutuador por perto para ser utilizado como socorro, em caso de acidentes;

– Ao se deparar com um afogamento, chame por socorro e tente jogar um objeto flutuante para a vítima. Após acalmá-la, se possível, reboque a vítima para a areia. Lembre-se: objetos flutuantes não substituem a falta de conhecimento, de habilidade e de preparo físico para a natação;

– Não nade em locais próximos de onde o rio deságua no mar, de pilares de plataformas de pesca, pontes e ancoradouros;

– Evite ingerir bebidas alcoólicas e alimentos “pesados” antes e/ou durante o banho;

– Se você ingressar numa corrente marinha (corrente de retorno, que puxa para dentro do mar) e não consegue sair, chame por socorro e nade diagonalmente no sentido da corrente ou paralelamente à faixa de areia, até sair da corrente;

– Cuidado redobrado com crianças, mesmo em águas rasas;

– Nunca mergulhe de cabeça em locais desconhecidos, pois o local pode ser raso e resultando numa lesão na coluna.

Qualquer incidente ligue para o Corpo de Bombeiros por meio do número 193.

Fonte: SSPDS