Ubajara Notícias

Polícia Civil prende três pessoas flagradas fazendo compras com cartões de terceiros

Resultado de imagem para prisão
A Polícia Civil do Estado do Ceará prendeu três pessoas suspeitas de clonarem cartões de crédito de terceiros para fazer compras em lojas de Fortaleza. As prisões aconteceram no momento em que o um dos envolvidos fazia compras em uma farmácia de manipulação, no bairro Varjota, Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3). O restante do grupo foi preso em um salão de beleza, no bairro Conjunto Ceará (AIS 2).Tudo começou quando um dos criminosos, identificado por Rodrigo de Figueiredo Gadelha (33), tentava fazer o pagamento de produtos em uma farmácia de manipulação. Ele forneceu os dados do cartão de crédito de um cliente da loja, sem apresentar o cartão. Ele não esperava que o dono do cartão ligasse para o estabelecimento para comunicar que não havia aprovado o pagamento. A partir daí, os policiais do 2º Distrito Policial foram acionados para fazer o flagrante do estelionatário. Ao sair do estabelecimento, Rodrigo foi abordado pelos policiais civis e disse que entregaria os produtos para os outros dois comparsas: Gerlane Viana da Costa (40) – responde a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por injúria e responde um procedimento por estelionato – e Daniel Anderson de Santana Silva (28), que responde a dois procedimentos por estelionato.

Enquanto isso, Gerlane e Daniel, que também foram presos na ação, aguardavam a chegada dos produtos que seriam levados pelo comparsa a um salão de beleza, no bairro Conjunto Ceará. Com o casal, foram encontrados outros produtos comprados na mesma loja, como cremes e filtros solares. Também foram apreendidos um notebook e dois aparelhos celulares.

De acordo com o titular do 2º DP, delegado Dionísio Paz, ainda existem suspeitas que o trio também teria feito outras compras em estabelecimentos comerciais em Fortaleza. “Estamos investigando a participação do trio em outras ações, por isso, esperamos que as pessoas reconheçam os criminosos e ajudem o trabalho da Polícia”,  ressalta o delegado.

Rodrigo, Gerlane e Anderson foram conduzidos para o 2º DP, onde foram autuados pelos crimes de estelionato e associação criminosa.  A equipe policial prossegue com as investigações para identificar outras vítimas. Para fazer denúncias que possam colaborar com o trabalho policial, a população pode ligar para o número 3101-1147 ou pelo Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) pelo número 181. O sigilo é garantido.

Fonte: SSPDS