O presidente Michel Temer confirmou o reajuste de até 40% nos salários dos servidores da Defensoria Pública da União. As informações são do jornal “O Globo”.

O aumento já tinha sido aprovado pelo Congresso e vai ser parcelado nos próximos três anos. Segundo a correção sancionada por Temer, o salário de um defensor-público-geral será de R$ 33.763.

Em setembro, o presidente havia vetado uma proposta de reajuste de até 67% para a categoria.

Apesar do discurso de austeridade fiscal e de que o governo precisa cortar despesas, o presidente tem aprovado aumentos salariais ao funcionalismo neste final de ano.

MSN