Ubajara Notícias

Cearense é vítima de racismo ao negociar compra de iPhone em SP

ghosts hand

Um jovem universitário foi vítima de racismo ao tentar negociar a compra de um iPhone pela internet. O cearense Guilherme Ribeiro, 18 anos, natural de Juazeiro do Norte, a 490km de Fortaleza (CE), entrou em contato com o comerciante Vinícius Rampazzo, morador do interior de São Paulo (SP), município de Assis, manifestando o interesse no aparelho.

Guilherme relatou ao jornal Tribuna do Ceará que vai viajar para São Paulo no início do ano e, por isso, decidiu procurar na internet preços mais vantajosos do aparelho. Foi aí que encontrou o contato de Rampazzo. Eles, então, conversaram por meio de mensagens de textos e áudios no WhatsApp, dizendo que tinha interesse no smartphone. Explicou ainda que trabalharia com revenda e falou sobre valores.

Arquivo

“Estava fazendo umas pesquisas para comprar um iPhone para revender e encontrei essa loja. Comecei a conversar com ele por Whatsapp e tentar combinar de buscar os celulares no bairro Jardins. Para combinar, mandei um áudio e, quando ele escutou, me respondeu de forma preconceituosa”, explicou Guilherme ao jornal.

Rampazzo respondeu: “Procura nessa desgraça de lugar imundo que você mora, que é o Nordeste. Entendeu, seu fracassado? Acha que eu negocio com nordestino pé-rapado? Seu nojento.” O vendedor acredita que está sendo vítima de uma tentativa de golpe e dispara contra o cearense. “Aqui ninguém cai nesse tipo de golpe não, escória do mundo.”