Ubajara Notícias

Rússia inicia buscas de avião militar que caiu no mar Negro

Resultado de imagem para avião russo
Foto: Reprodução

A Rússia montou uma mega operação de busca, que envolve 32 navios, cinco helicópteros, um avião e drones. Além disso, 80 mergulhadores foram enviados à área de acidente e 100 devem serão enviados em breve.

Sandro Fernandes, correspondente da RFI em Moscou

Especialistas dizem que todos os fragmentos e destroços do avião serão recuperados do mar no prazo de uma semana, se tudo correr como esperado. Mais de três mil pessoas fazem parte da operação.

O avião saiu de Moscou na madrugada de domingo (25) e fez uma escala em Sochi, no sul da Rússia, para reabastecer, antes de se dirigir à Síria. Depois de reabastecer, ele decolou de Sochi, mas a torre de controle perdeu o contato com a aeronave dois minutos depois da decolagem.

As autoridades russas afirmam que não há nenhuma possibilidade de que tenha sido um atentado. Eles trabalham com as hipóteses de uma falha técnica ou erro de pilotagem como causas do acidente. De acordo com os serviços de segurança do país, o avião caiu no mar sete minutos após a decolagem.

O presidente sírio, Bashar al Assad, enviou suas condolências e disse que ficou “triste” com a queda do avião militar russo. Ele disse que “amigos da Síria estavam dentro do avião”.

A chanceler alemã, Angela Merkel, disse que “os corações da Alemanha estão agora com as famílias e parentes das vítimas”. E a Embaixada dos Estados Unidos em Moscou declarou que “os pensamentos e orações estão com os entes queridos dos passageiros do avião e com o povo russo”.

O presidente russo, Vladimir Putin, expressou suas mais profundas condolências às famílias das vítimas do acidente. E disse que o caso vai ser investigado minuciosamente.

Coral inteiro morreu no acidente

Foto: Reprodução

O primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, disse que a perda é “insubstituível” e que as vítimas do avião voavam à Síria “com uma missão positiva e de paz”.

Segundo a última informação oficial, atualizada, do Ministério de Defesa russo, 92 pessoas estavam a bordo – 8 tripulantes, 8 militares, 2 servidores públicos federais, 1 médica, 9 jornalistas e 64 membros do coral Alexándrov, o famoso coral das forças armadas da Rússia. Putin declarou luto nacional amanhã aqui na Rússia.

MSN