Ubajara Notícias

Jovem que matou juiz é recapturado

Image-0-Artigo-2173358-1
Adolescente estava foragido desde o último dia 6 de dezembro, quando fugiu da DCA e entrou em um matagal, no bairro São Gerardo, na Capital ( MARCOS DUBLÊ )

O adolescente de 17 anos acusado de matar o juiz aposentado Edvalson Florêncio Marques Batista, 77, em março deste ano, foi recapturado, ontem, após assaltar uma mulher no bairro Aldeota, na Área Integrada de Segurança (AIS) 3, em Fortaleza. O infrator já havia fugido duas vezes do complexo onde ficam a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) e a 5ª Vara de Execuções da Infância e Juventude, no bairro São Gerardo.

No início da tarde de ontem, após cometer o assalto, o jovem foi perseguido por uma composição da Polícia Militar (PM) e acabou caindo da motocicleta que pilotava, sendo apreendido em seguida junto a outro suspeito de participar do assalto, que também é adolescente. Conforme informações da Polícia, a motocicleta que a dupla utilizava constava como roubada.

De acordo com o juiz da 5ª Vara de Infância e Juventude, Manuel Clístenes de Façanha, o infrator que matou o magistrado há nove meses foi levado ao Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro, com ferimentos leves. Após se recuperar da queda, ele será conduzido à Unidade de Recepção Luiz Barros Montenegro, para onde a Polícia levou o comparsa ainda ontem.

Fugas

O juiz Manuel Clístenes recomendou que a escolta do adolescente de 17 anos seja reforçada para evitar novas fugas. O infrator será reenviado ao Centro Educacional Cardeal Aloísio Lorscheider (Cecal), onde ficará isolado por questões de segurança, por determinação da Justiça.

O adolescente e outro interno foram retirados do Cecal, em novembro deste ano, após tentativa de homicídio contra um colega do Centro, que teria revelado aos agentes de segurança sobre a localização de drogas e celulares na unidade. Durante a condução para a DCA, eles conseguiram tirar as algemas e fugir. O comparsa foi recapturado pelos policiais civis poucos minutos depois, mas o jovem acusado de matar o juiz não foi encontrado.

Ele foi recapturado pela Polícia Civil apenas no dia 5 de dezembro, na Favela do ‘Pau Fininho’, onde mora, no bairro Papicu. Em menos de 24h, o rapaz conseguiu escapar novamente do complexo de segurança da DCA e estava sendo procurado pela Polícia desde então.

O jovem de 17 anos já tinha histórico de fugas antes do homicídio do juiz, conforme revelou o titular da 5ª Vara da Infância e Juventude. Ele responde por infrações como latrocínio, tentativa de homicídio, roubo, tráfico de drogas e porte ilegal de armas. Com o novo ato infracional de ontem, o assalto, ele soma 22 passagens pela Polícia.

Latrocínio

O crime praticado pelo adolescente de 17 anos que causou mais impacto aconteceu no dia 8 de março deste ano. O juiz aposentado Edvalson Florêncio Marques Batista, 77, caminhava com a esposa na Praça Felipe Borges, no bairro Cocó, quando foi abordado por dois jovens. O juiz reagiu ao assalto e o adolescente recapturado ontem disparou contra o magistrado, que não resistiu a um tiro na veia femoral. (Com Theyse Viana)

Diário do Nordeste