Ubajara Notícias

Roberto Mesquita acusa Governo Estadual de usar Heitor Férrer em ‘ação venenosa’ contra Domingos Filho

Roberto Mesquita acusa Governo Estadual de usar Heitor Férrer em 'ação venenosa' contra Domingos Filho

O deputado estadual Roberto Mesquita (PSD) acusou, nesta quinta-feira (8), na Assembleia Legislativa, o Governo Estadual de articular, através do deputado Heitor Férrer (PSB), a extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) em represália ao grupo político do conselheiro Domingos Filho.

“Esse assunto, há 63 anos não foi pautado. Só agora, depois que a Assembleia ousou disputar a presidência tendo um filho de um conselheiro e apoiado por um outro que se sagrou presidente, foi que se disse: Olhe, nós estamos perdendo lá, vamos acabar”.

Domingos Filho, eleito presidente do TCM pelos próximos dois anos, apoiou a candidatura do deputado Sérgio Aguiar (PDT) à presidência da Assembleia, contra o candidato de Cid e Ciro Gomes (PDT), o atual presidente da Casa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT).

“Há, por parte do governo, uma ação venenosa se utilizando do grandioso Heitor Férrer, para dar um ar de limpeza, para tentar pedir a cabeça do Domingos Filho numa bandeja”, acusou Mesquita.

Unificação dos tribunais

O deputado Heitor Férrer apresentou, nesta manhã, a proposta de emenda constitucional 02/16, que propõe a unificação do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE) com o Tribunal de Contas dos Municípios.

“Não tenho juízo de valor sobre a unificação ou não dos tribunais de contas, considerando que a maioria dos estados brasileiros realmente só tem um tribunal para essa questão, mas não podemos aceitar esse jogo baixo e covarde, que só vem à tona agora, depois da disputa que tivemos”, afirmou Mesquita.

Confira:

Ceará  News