Ubajara Notícias

Dupla é condenada por morte

Resultado de imagem para prisãoDois homens acusados de matar um inimigo dentro de um lava jato no bairro Vila União, em agosto do ano passado, foram condenados a 12 anos de prisão, cada um. Charles Erinaldo Carvalho de Assis e Ederlan Pinheiro da Silva foram condenados pelo Conselho de Sentença do 4º Tribunal do Júri de Fortaleza. A vítima do assassinato foi Charlison Mateus Freitas. O crime foi filmado por câmeras de vigilância do local.

O julgamento foi presidido pelo juiz Antônio Carlos Pinheiro Klein, titular da 4ª Vara do Júri. A acusação foi feita pela promotora Márcia Lopes Pereira. A representante do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) defendeu a tese de homicídio qualificado. O defensor público Luiz Átila de Holanda Bezerra recorreu da decisão.

De acordo com o processo, na tarde do dia 17 de agosto do ano passado, Charles Carvalho e Ederlan Pinheiro entraram num lava jato no bairro Vila União, em Fortaleza, e conforme o MPCE, efetuaram vários disparos contra Charlison, que estava trabalhando e morreu na hora.

A Polícia Militar foi acionada e conseguiu prender os réus. Segundo a denúncia, o crime teria sido motivado por vingança. O irmão de Charles e o réu Ederlan teriam sofrido uma tentativa de homicídio por parte de Charlison Freitas.

Diário do Nordeste