Ubajara Notícias

Dana chama McGregor de especial: “Quando toca nas pessoas, elas caem”

Dana White (Foto: Getty Images)

Principal estrela do Ultimate na atualidade e dono de dois cinturões, Conor McGregor está com o prestígio em alta. Dana White, presidente do UFC, elogiou o irlandês após a vitória contra Eddie Alvarez, no duelo principal da edição 205, em Nova York, e exaltou o poder de definição do europeu, que destronou o campeão dos leves ao batê-lo por nocaute técnico, no segundo round.

– Conor é especial. Todo mundo vinha dizendo: “Espere até ele enfrentar um wrestler”. Ele soltou aquela mão esquerda sem esforço. Quando ela toca as pessoas, elas caem.

Empolgado por promover um evento que arrastou  22.427 pessoas ao Madison Square Garden, gerando U$S 17,7 milhões, Dana brincou ao dizer que só um duelo entre Jesus e o Diabo seria capaz de pulverizar essa marca.

– Nós quebramos todos os recordes na história do UFC hoje. Nós batemos o recorde do Madison Square Garden, o que eu não acho que vai acontecer de novo. Jesus vai precisar enfrentar o demônio para bater esse recorde.

UFC 205
12 de novembro, em Nova York (EUA)
CARD PRINCIPAL
Conor McGregor venceu Eddie Alvarez por nocaute aos 3m04s do R2
Tyron Woodley x Stephen Thompson foi declarada empate majoritário (47-47, 47-47 e 48-47)
Joanna Jedrzejczyk venceu Karolina Kowalkiewicz por decisão unânime (triplo 49-46)
Yoel Romero venceu Chris Weidman por nocaute técnico aos 24s do R3
Raquel Pennington venceu Miesha Tate por decisão unânime (29-28, 30-27 e 30-27)
CARD PRELIMINAR
Frankie Edgar venceu Jeremy Stephens por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Khabib Nurmagomedov venceu Michael Johnson por finalização aos 2m31s do R3
Tim Boetsch venceu Rafael Natal por nocaute técnico aos 3m22s do R1
Vicente Luque venceu Belal Muhammad por nocaute aos 1m19s do R1
Jim Miller venceu Thiago Pitbull por decisão unânime (30-27, 29-28 e 30-27)
Liz Carmouche venceu Katlyn Chookagian por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

Globo Esporte