Ubajara Notícias

Policial morto a tiros durante assalto

Image-0-Artigo-2155327-1
Equipes da Divisão de Homicídios e da Perícia Forense estiveram na casa da vítima colhendo informações para iniciar as investigações ( Foto: Natinho Rodrigues )

As buscas aos três suspeitos da morte do policial rodoviário federal aposentado Leomar Saraiva de Aquino, 73, estão em andamento. Segundo a Polícia Militar, uma mulher teria pedido água na casa da vítima e quando ele abriu o portão dois homens entraram no local e anunciaram o assalto. Saraiva, como era conhecido na PRF, tentou reagir e acabou morto na sala de sua residência, na Rua Jamacaru, no bairro Jangurussu. A arma do policial foi levada.

Alguns objetos, como uma sandália usada por um dos suspeitos, foram recolhidos pela equipe da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) e passarão por exames papiloscópicos. Além disso, a casa do policial tem um sistema de câmeras de segurança que poderá ajudar na identificação dos criminosos.

A PM também está a procura de um automóvel Gol, de cor vermelha, placas PME-5058, que pertence a uma vizinha do aposentado. “Eles mataram o Saraiva e na hora que o pessoal da casa ao lado estava saindo tomaram o veículo deles para fugir”, afirmou uma testemunha.

Leomar Saraiva já tinha sido vítima de outras tentativas de assalto. Ele morava no Conjunto Tamandaré há pelo menos 10 anos, na companhia de um irmão, também idoso. O irmão, que presenciou o crime, disse que também foi agredido, mas não reagiu. “Empurraram, derrubaram o Saraiva. Ele quis reagir e deram um tiro na cabeça dele”. A Polícia acredita que o objetivo da ação era o revólver calibre 38, levado pelos suspeitos.

Leomar Saraiva ingressou na PRF no Maranhão, mas depois foi transferido para o Ceará. Atuou durante muito tempo em Russas. Estava aposentado há quase 20 anos, mas costumava visitar a Superintendência da PRF. Os colegas e vizinhos concordaram na definição à vitima: “Ele era muito querido”.

Diário do Nordeste