Ubajara Notícias

Inep diz que houve “grave equívoco” em pedido de cancelamento do Enem

Decisão deverá ser julgada até esta sexta-feira (FOTO: Reprodução)
Decisão deverá ser julgada até esta sexta-feira (FOTO: Reprodução)

Após o procurador da República Oscar Costa Filho, do Ministério Público Federal no Ceará (MPF-CE), pedir o cancelamento do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nota, rebatendo a tese de prejuízo à isonomia do exame defendida pelo procurador. Ainda na tarde desta quarta-feira (2), o Inep acionou a Advocacia Geral da União (AGU) contra a ação emitida pelo MPF-CE. Decisão judicial deve ser anunciada até a sexta-feira (4).

Por meio de nota, o Inep classificou a argumentação do procurador como “equivocada” e explicou que todo ano já são aplicados dois tipos de provas e redações.