Ubajara Notícias

Mulher solta “pum” durante cirurgia e causa incêndio em sala de operação

Gases emitidos pela paciente causaram as chamas (imagem ilustrativa). Foto: Reprodução Internet
Gases emitidos pela paciente causaram as chamas (imagem ilustrativa). Foto: Reprodução Internet

Um acidente inusitado ocorreu no Hospital Universitário de Tóquio, no Japão. Uma mulher de 30 anos emitiu gases (o famoso “pum”) durante uma cirurgia e acabou causando um incêndio na sala de operação. O caso aconteceu em abril, mas a divulgação só ocorreu esta semana, devido ao processo de investigação.

A paciente em questão estava sendo submetida a um procedimento a laser no colo do útero quando emitiu os gases que entraram em contato com o laser, causando as chamas. Ela acabou ficando com várias queimaduras pelo corpo.

O laudo chegou à conclusão que “materiais inflamáveis liberados pela paciente foram responsáveis pelo incêndio”. O relatório ainda atestou que não houve falha nos equipamentos utilizados na cirurgia.

“Quando o gás intestinal da paciente vazou no ambiente da operação, houve contato com a irradiação do laser, o que provocou as chamas. As chamas atingiram as cortinas e levaram ao incêndio”, finaliza o documento.

Com informações da ABC