Ubajara Notícias

Cunha telefonou para integrantes do governo após saber que seria preso

Resultado de imagem para cunha telefonando

Preso em nova ação da Operação Lava Jato, o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) teria telefonado para integrantes do governo Michel Temer (PMDB) após saber que a Polícia Federal estava à sua procura. “Eu vou ser preso, eu vou ser preso“, teria repetido um impaciente Cunha, conforme relata a coluna Painel desta quinta-feira, 20, do jornal Folha de S. Paulo.

Ainda segundo a coluna, o parlamentar começou a manhã em que foi preso em reunião com aliados em seu apartamento em Brasília. No encontro, ele teria se queixado de abandono pelo governo e questionou sobre a gestão Rodrigo Maia (DEM-RJ) na presidência da Câmara.

Eduardo Cunha também teria perguntado sobre projeto que permite repatriação de valores não declarados no exterior. “De nada adianta, o que é atribuído a mim ou a minha família está bloqueado”, teria dito.

A coluna também relatou repercussão em Brasília da prisão de Cunha. Segundo o texto, diversos deputados estavam em uma churrascaria da Asa Sul quando souberam da prisão do ex-deputado. Logo após a notícia, eles passaram a circular nervosamente no local, com alguns até “desaparecendo” após divulgação da prisão.

Redação O POVO Online