Ubajara Notícias

Impeachment foi tropeço na democracia, diz Lewandowski. Jornais de quinta (29)

Resultado de imagem para ricardo lewandowskiNovos detalhes da reforma da previdência foram divulgados nesta quinta (29) pelo O Globo. “Reforma prevê desvincular pensões do salário mínimo”. A ideia do governo seria, segundo o jornal, que o pensionista que recebe o piso tenha seu benefício corrigido pela inflação e não pelo aumento do salário mínimo.

 

Para as novas pensões, no entanto, o valor deixaria de ser integral, e ninguém mais poderia acumular aposentadoria e pensão. O governo ainda não enviou a proposta para o Congresso, mas deve fazer em breve.

A situação das intenções de votos nas principais capitais também é destaque nos jornais e é a manchete do Estado de S. Paulo: “A 4 dias da eleição, cresce disputa pelo 2º lugar em SP”.

 

João Doria (PSDB) continua à frente. Celso Russomano (PRB) continua em queda, Marta Suplicy (PMDB) parou de cair e Fernando Haddad (PT) tem pequena alta. O Ibope mostra Marcelo Crivella (PRB) isolado na frente no Rio e João Leite (PSDB) liderando em Belo Horizonte.

As primeiras páginas informam que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, disse a uma plateia de estudantes que o impeachment foi um “tropeço na democracia”.

 

A manchete da Folha é um estudo da Fundação Getulio Vargas mostrando que, do primeiro para o segundo trimestre de 2016, houve um aumento da perda de emprego no mercado formal e de trabalhadores na informalidade. “Crise acelera volta de empregos sem carteira assinada”.

O Valor afirma na manchete que há uma divisão no mercado sobre quando e de quanto será o corte da taxa de juros. A maioria acredita que a redução da Selic começará em outubro. “Mercado se divide sobre ritmo de queda dos juros”.

G1