Ubajara Notícias

Trilha no Parque de Ubajara, no Ceará, leva a rios, cachoeiras e gruta

O teleférico do Parque Nacional de Ubajara é um dos cartões-postais da Serra da Ibiapaba, no Ceará. Ele desce 550 metros. Um bondinho é uma alternativa para o percurso longo de quase quatro horas de caminhada do começo do parque até a gruta de Ubajara, isso sem falar na visão grandiosa que se tem lá de cima.

O bondinho está em processo de reforma e serve, temporariamente, somente a funcionários do parque e pesquisadores. Naquela parte do parque todos os moradores já saíram. Seu Fernando Tadeu, um dos guias mais antigos do parque, conta que o que os moradores plantavam ainda é encontrado no meio da floresta.

A primeira trilha leva até o outro lado da montanha. Depois de duas horas, a visão que se tem é da água da Cachoeira do Cafundó despencando no abismo.

Uma trilha histórica levava as pessoas do distrito de Araticum até a cidade de Ubajara, um caminho de sete quilômetros que já foi frequentado por índios quando o chão era de terra vermelha. Depois veio o homem branco e colocou pedras. Pretendia ser uma trilha calçada, mas é, na verdade, uma pedreira bastante irregular e seus riachos com pontes feitas de pequenas pedras são um convite às quedas.

A trilha é a única alternativa para fugir dos 60 quilômetros de rodovia que ligam o distrito de Araticum à cidade de Ubajara. Há quase um século, os moradores usam a trilha para fazer negócios no comércio de Ubajara. E era bem pior no início do século 20.

Finalmente, a equipe chega à Gruta de Ubajara. Até a década de 1950, os arredores da gruta eram habitados e os moradores faziam celebrações religiosas dentro da Ubajara. Cada vez que eles iam deixavam inscrições na pedra.

As cavernas da gruta se formaram pela ação do tempo e pela química que mistura a água com outros elementos capazes de erodir a rocha e abrir grandes salões debaixo da superfície do parque.

Trilha no Parque de Ubajara, no Ceará, leva a rios, cachoeiras e gruta (Grep) (Foto: Globo Repórter)
Trilha no Parque de Ubajara, no Ceará, leva até a gruta de mesmo nome

Globo Repórter