Ubajara Notícias

Caixa eletrônico é violado na Capital

Polícia não informou se os bandidos conseguiram levar o dinheiro que estava no caixa ( Foto: VC-Repórter )

Bandidos utilizaram um maçarico para violar um caixa eletrônico do Banco do Brasil, localizado na Avenida Francisco Sá, bairro Carlito Pamplona, em Fortaleza. A ação criminosa aconteceu no último domingo (11), mas foi registrada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE) apenas ontem pela manhã.

Segundo a Pasta, “uma equipe da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) foi acionada para o local, para fazer os primeiros levantamentos”. A SSPDS não soube informar se o dinheiro do caixa eletrônico foi levado pelo grupo criminoso na ação.

Ataques com maçaricos têm se tornado comuns em bancos de Fortaleza nos últimos meses. No dia 10 de agosto, o alvo foi um caixa eletrônico do Banco do Brasil localizado no prédio da vice-prefeitura da Capital, no bairro Vila União. Dois assaltantes perfuraram o caixa com um maçarico depois de algemarem os guardas municipais, em uma ação que durou aproximadamente seis horas.

No dia 26 de julho, um grupo criminoso também utilizou maçarico para perfurar um caixa eletrônico de outra agência do Banco do Brasil, desta vez na Avenida Heráclito Graça.

Ataques

O ataque de domingo foi o de número 52 contra instituições financeiras no Estado do Ceará neste ano de 2016, conforme dados do jornal baseados em registros da DRF e do Sindicato dos Bancários do Estado do Ceará.

A última ação contra bancos havia acontecido no município de Tamboril, distante aproximadamente 270Km de Fortaleza, no último dia 7.

Naquela ocasião, um grupo fortemente armado tentou explodir a agência da Caixa Econômica Federal daquele Município, utilizando-se de várias bananas de dinamite. Os bandidos, no entanto, não encontraram a sala onde se encontrava o cofre com o dinheiro e acabaram fugindo sem levar nada.

Ainda neste mês de setembro, no último dia 2, um grupo explodiu, durante a madrugada, uma agência bancária do Bradesco em Barreira, a cerca de 72Km da Capital. De acordo com o que a Polícia Militar informou à época, o grupo, composto por oito a dez homens, se dividiu nas entradas estratégicas da cidade. Parte do grupo seguiu para a agência bancária e conseguiu explodir o caixa eletrônico. Outra parte da quadrilha se dividiu no entorno, fazendo a proteção durante o ataque. Um habitante foi ferido na perna pelos assaltantes.

Em 2015, de 1º de janeiro a 12 de setembro, o Estado havia contabilizado 47 ataques a instituições financeiras.

Diário do Nordeste