Violência explode em Sobral com ataque a banco, latrocínio e 86 assassinatos no ano

violência na cidade de Sobral, principal cidade da Zona Norte do estado, volta a ser destaque no noticiário policial. Depois de registrar 85 assassinatos entre os meses de janeiro e outubro, nas últimas 24 horas o Município voltou a ser sacudido por mais atos de criminalidade. No Distrito de Aracatiaçu, bandidos assaltaram e destruíram uma agência bancária com explosivos, na madrugada de sexta-feira (2). Na manhã deste sábado, um crime de latrocínio foi registrado.

Um jovem, ainda não identificado, foi baleado e morto ao reagir a uma tentativa de assalto, conforme as primeiras informações relatadas por testemunhas à Polícia no local do crime. O jovem trafegava em sua motocicleta, quando foi abordado por bandidos. Ele se recusou a entregar a moto e acabou sendo baleado quando tentava escapar dos bandidos.

Com o crime registrado nesta manhã de sábado, sobem para 86 os homicídios em Sobral. O penúltimo ocorreu na manhã de quinta-feira (1º) quando um jovem foi executado, a tiros, em plena avenida, no bairro Alto do Cristo. O rapaz retornava de um albergue, quando foi perseguido e morto por pistoleiros ainda não identificados nem presos.

Banco

Na madrugada de sexta-feira (1º) seis bandidos invadiram o Distrito de Aracatiaçu (a 65Km da sede do Município) e atacaram a agência do Bradesco. Segundo o relato de moradores, o crime ocorreu por volta de 2 horas.  Como era feriado, ainda havia algumas pessoas na praça daquele distrito e estas acabaram se transformando em reféns dos ladrões.

Os bandidos atacaram o Destacamento da PM e, logo depois, explodiram os caixas eletrônicos da agência do Bradesco. Os reféns foram liberados somente após a fuga da quadrilha. Por conta da violência da explosão, a agência ficou completamente destruída. Prédios vizinhos também ficaram danificados. Em alguns carros estacionados nas proximidades do banco ficaram marcas de tiros.

Fernando Ribeiro