Prefeito de Ubajara se isenta e não declara apoio a nenhum candidato a presidente no segundo turno

Diferente do PDT, partido de Renê Vasconcelos, que vai apoiar Fernando Haddad, prefeito preferiu se isentar (Foto: Reprodução)

Em entrevista a rádio Santana em Tianguá, na tarde desta quinta-feira (11), o prefeito Renê Vasconcelos ao ser questionado quem apoiaria no segundo das eleições, afirmou que não tomará partido e deixará a população a vontade para escolher o próximo presidente.

“As pessoas me perguntam e digo que a minha opinião não vou utilizar ela pra esse segundo turno”, afirma Renê.

Durante o primeiro turno o gestor apoiou o presidenciável Ciro Gomes (PDT) , que foi o candidato mais votado na cidade, onde recebeu 9.952 votos, o equivalente a 56,99% do eleitorado. Enquanto Fernando Haddad (PT) conseguiu 3.867 votos, seguido por Jair Bolsonaro (PSL) com 3.205 votos.