Morre MC Naldinho, cantor dos funks “Um tapinha não dói” e “Dança da motinha”

(Foto: Reprodução)

MC Naldinho, responsável por grandes sucessos do funk dos anos 2000, morreu nesta quinta-feira, 6. Ele estava internado há dois meses em um hospital no interior do Rio de Janeiro devido a um quadro de insuficiência renal e passava por hemodiálises. A família não tinha condições financeiras e o artista estava sobrevivendo com ajuda de amigos.

Autor de hits como “Um tapinha não dói” e “Dança da motinha”, Naldinho tinha 41 anos. A sua morte foi comentada pelo escritor de “Rap do Silva”, o empresário Bob Rum. Em sua página no Facebook, ele lamenta a perda do funkeiro. “Infelizmente nosso querido amigo, Mc Naldinho faleceu esta tarde. Descanse em paz, meu amigo. Deus abençoe e conforte toda a família”, diz a mensagem.
Usuário da rede social comentou na foto postada por Bob lembrando de bons momentos com Naldinho. “Lembro das madrugadas com ele no estúdio, as gargalhadas na rádio e as zoeiras no palco”, disse. Outro amigo afirmou que a morte de Naldinho significava uma grande perda para a cena do funk carioca.

Filhas do cantor, Karolyne Souza, postou uma mensagem no Facebook sobre a morte do pai. “Onde estiver, olha por mim. O meu amor não vai ter fim. Tudo que passou do meu lado, estará pra sempre marcado. Tudo que vem tem que ir, é a lei da vida, não é feita por mim”.