Banco Postal vai fechar todas as unidades por falta de verba para manter vigilantes

presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), está articulando, junto ao Banco do Brasil e ao Governo Federal, uma saída para evitar o fechamento de mais de mil unidades do Banco Postal. Segundo superintendente regional dos Correios no Ceará, Érico Jovino, a instituição não tem como arcar com os custos gerados pela liminar que obriga a presença de vigilantes armados em todas as unidades da empresa.

“O Banco postal é essencial para várias cidades, aqui [no Ceará] são mais de quarenta que só tem o Banco Postal como acesso bancário para a população”. Sem recursos para cumprir a medida, o presidente dos Correios decretou a suspensão do Banco Postal a partir do dia 11 de outubro. Os deputados federais Moses Rodrigues (PMDB) e Domingos Neto (PSD), além o deputado estadual Leonardo Araújo (PMDB), também estão buscando verba para evitar o fechamento das unidades.

Parceria com prefeituras

Além de buscar apoio em Brasília, Érico Jovino afirmou que já enviou oficios às prefeituras que possuem agências do Banco Postal no município visando a um acordo entre os prefeitos e a empresa. A prefeitura custeia a presença do vigilante armado e os Correios mantém as respectivas unidades em funcionamento.

Confira:

Ceará News 7