Grupo explode banco e faz reféns

Com a explosão, muito dinheiro ficou espalhado pelo chão da agência e nas proximidades; populares foram feitos reféns, mas liberados ( Foto: VC-Repórter )

A madrugada de ontem registrou mais um ataque a banco no interior do Estado. Desta vez, doze homens armados com fuzis explodiram e invadiram uma agência do Banco do Brasil, na cidade de Ipaumirim, a aproximadamente 420Km de Fortaleza. O dinheiro de um dos caixas eletrônicos foi levado. Uma parte ficou espalhada no local. Segundo informações do 10º Batalhão da Polícia Militar (10ºBPM), cerca de 10 pessoas foram feitas de reféns pelos bandidos durante a ação, por volta de 1h, que terminou com a fuga dos criminosos envolvidos.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, não houve confronto ou tiroteio e ninguém ficou ferido.

Mesmo antes da explosão, os homens não chegaram a realizar disparos contra o destacamento local, como as quadrilhas costumam fazer. No entanto, grampos foram espalhados nas proximidades da agência para furar os pneus das viaturas e evitar a aproximação da Polícia.

Populares perceberam a ação e chamaram a Polícia que, quando chegou ao local, os homens já haviam empreendido fuga. Informações preliminares indicam que o destino teria sido o Estado da Paraíba.

De acordo com moradores, um veículo Volswagen Fox de cor branca teria sido utilizado pelos bandidos para a realização do roubo. Nas buscas realizadas pela PM ainda na manhã de ontem, um carro com características similares foi encontrado nos arredores da cidade. Para auxiliar no atendimento da ocorrência, viaturas de cidades próximas como Icó, Baixio e Umari foram solicitadas, logo após um dos carros do destacamento ter um dos pneus furados na barricada deixada pelos criminosos.

Ações

Com o ataque de ontem, chegou a 53 o número de ações registradas contra instituições financeiras em todo o Ceará neste ano de 2016. Em igual período do ano passado, o Estado havia contabilizado 50 ataques, conforme dados do jornal e do Sindicato dos Bancários do Estado do Ceará.

A última ação contra instituição financeira registrada ocorreu em 11 de setembro, em Fortaleza. Naquela ocasião, um caixa eletrônico localizado na Avenida Francisco Sá, bairro Carlito Pamplona, foi alvo dos bandidos, que utilizaram um maçarico para violar o equipamento.

Em 7 de setembro, um grupo de aproximadamente 10 pessoas tentou explodir a agência da Caixa Econômica Federal (CEF) de Tamboril.

(Colaboraram, Richard Lopes e Mylena Gadelha)
Diário do Nordeste